PS

PS

SEGUIDORES

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Árvore Genealógica de Pedro Aurélio de Castro Teixeira


Sempre fui um aficionado em manter em minha mente o nome de meus mais longínquos ancestrais, ouvindo o que meus avós e meus pais contavam de nossa família. Guardei quase tudo em minha mente, até que um dia passei a escrever e com o tempo algumas coisas foram sendo perdidas, principalmente ao morrerem os troncos mais velhos da família levando com eles muitos nomes que hoje lamento não os ter citado. Um povo sem raízes é um povo sem história, e um povo sem história não forma vínculos de Nação. Por isto vejo a barbárie estabelecida no Brasil, menos se vê no Rio Grande do Sul, que é uma República cheia de tradições e histórias marcantes, onde o povo tem orgulho de seu passado e olha para o futuro sem vergonha desse passado de muitas guerra e feitos memoráveis.

Árvore Genealógica
FAMÍLIAS

BARCELOS – DA ROSA – DE CASTRO – FARIAS 
OLIVEIRA - PEREIRA – SANTOS - TEIXEIRA

Brasileiros – Espanhóis – Portugueses – Uruguaios

Charruas – Minuanos - Tapes

Capão do Leão – Canguçu – Cerrito - Pedro Osório - Pelotas – Rosário do Sul – Rio Grande

Consanguíneos direto, indiretos e por laços de:

PEDRO AURÉLIO DE CASTRO TEIXEIRA

Nascidos no Século XIX

Camilo da Rosa
Maria Raphaela da Rosa (Donga)
Joaquim Luís Teixeira (Velho Pedra)
Raphaela da Rosa Teixeira
João Luís da Rosa Teixeira
Honorival da Rosa Teixeira (sem descendentes falecido aos 26 anos em 1915)
Zeluma Teixeira da Silva
Camila da Rosa Teixeira
Laudelino da Rosa Teixeira
Celanira Teixeira de Ávila
Acelino da Rosa Teixeira
Lourival da Rosa Teixeira
Francisco Farias
Felizina dos Santos Farias
João Pereira
Ana Maria Pereira
Floribal dos Santos de Farias
Maria Emília Pereira de Farias (Nanãe-Nanãezinha-Mézinha ou Bîrja)
Idelvira de Farias Teixeira (Vovó Bibira)
Jovem Farias (Tia Jove) (A)
João Emílio dos Santos Farias (Tio Grilo)
Anália de Farias Nuñes
Santo Inocêncio Nuñes (Tranquilo–pronúncia Trankilo) (U)(A)
Supriano Pereira de Castro(E)
Ismael de Oliveira
Maria Virgínia de Oliveira
Florisbelo Pereira de Castro(U)
Maria Joaquina da Silva de Castro
Claudestino da Silva da Rosa
José Luís Pereira de Castro (Vovô Juca) (U)
Supriano Pereira de Castro (Tio Piano)(U)
Analípia de Castro
Camila Barbosa da Rosa (Vovó Mimosa)
Inocêncio Barbosa da Rosa
Eudóxia da Rosa
Idelmiro Barbosa da Rosa
Maria ? da Rosa
Belmiro Barbosa da Rosa
Tercília ? da Rosa
Evaristo Barbosa da Rosa
Virgínia Oliveira da Rosa (A)
Renato Barbosa da Rosa
Supriana da Rosa (Tia Piana)
Adália Barbosa da Rosa
Pompílio (?) – casado com Adália (A)
Francisco Barbosa da Rosa
Hercília Sedrez da Rosa (A)

Nascidos nos Séculos XX e XXI

Para melhor identificar coloquei os nascidos a partir do ano de 1901 em ordem alfabética.

Adália Pereira Vieria
Adriano Teixeira de Oliveira
Alvarim Rosa
Antonio Farias Nuñes (Antoninho) – Vera Maria Nuñes
Augusto Genes Duarte (A)
Bacelar da Rosa
Caroline Ramires da Rosa
Camila Nunes Garcia
Camila Ramires da Rosa
Camila Thomaz Custódio
Camilo Sidnei dos Santos Barcelos
Daniel Paz Duarte
Darci Farias Nuñes 
Débora Paz Duarte
Dilson Sedrez da Rosa
Dina Barcelos da Silva
Dinéia dos Santos Barcelos
Diomar da Rosa – Sandra da Rosa
Dionodino Oliveira da Rosa – Ieda da Rosa
Djanira da Rosa Oleiro
Eduarda Moraes
Eduarda Thomaz Custódio
Edvaldo ? Teixeira
Eladir Magma Duarte Ribeiro
Elizabete Pinheiro da Rosa
Elizangela da Rosa Moraes.
Elizete da Rosa Moraes
Emílio Farias Nuñes – Laura Nuñes
Eni Nuñes ? - ?
Estefani Ramires da Rosa
Estela Regina Teixeira Thomaz
Evalquíres da Rosa
Fábio de los Santos Teixeira (Grasiela Silveira Knewitz)
Flordemar Oliveira Thomaz (A)
Floribal Farias Nuñes (Dedé) – Nair Nuñes
Floribal Farias Teixeira (Minoso) pai
Florisbelo Garcia Barcellos
Francisco Sedrez da Rosa
Franco de los Santos Teixeira (Liane Antunes Ferreira)
Gabriela Frós Teixeira
Gabriel Andrade da Rosa
Gessi da Rosa
Gomercindo Farias Teixeira
Guéli Duarte Ribeiro
Hercília Sedrez da Rosa (Hercilinha)
Ieda de Lourdes Teixeira de Oliveira
Inácia Pereira Vieira (falecida aos 8 anos)
Inácio Vieira
Irene Teixeira Miranda
Isis Teixeira
Jacsã Andrade da Rosa
Jade Teixeira
Jandira Sedrez da Rosa
Jean Ramires da Rosa
Joaquim Luís de Castro Teixeira
Jorge dos Santos Barcelos
Jorge Pinheiro da Rosa
José Luís Duarte Ribeiro
José Ribeiro
Juraci Frós Teixeira (A)
Leni Sedrez da Rosa (Leni Rosa da Rosa)
Liane da Rosa Moraes
Liciane Oliveira da Rosa
Lida ? Teixeira (A)
Lídia Oliveira da Rosa
Lidiane Oiveira da Rosa
Lino Pereira Vieira (deixou descendentes em Monte Negro)
Loiva Farias Nuñes - ?
Lucas Eduardo Thomaz Márques (U)
Lúcia Adriana Thomaz Marques
Mac-jonay Pereira Duarte – Elisabete Janaína Vilela Paz
Marcio Paz Duarte
Márcio Roberto Oliveira da Rosa
Maria Joaquina de Castro Teixeira (Quininha)mãe
Maria Lúcia Teixeira Thomaz
Marianna Carmem Thomaz Márques (U)
Maria Rafaela Teixeira da Costa (s/descendentes casada com Florício Costa)
Marli Vieira – Venceslau ?
Milton Sedrez da Rosa
Monica de los Santos Teixeira
Nery Alves de Oliveira (A)
Olga Pereira Vieira – Daltro
Omilda Oliveira da Rosa
Osvaldo ? Teixeira
Pablo Márques Ferrari (U) (A)
Pedro Aurélio de Castro Teixeira
Pedro da Rosa (*)
Rafael Frós Teixeira (Vanessa Rocha)
Romilda Oliveira da Rosa
Roque da Rosa
Sandra Mara de los Santos Teixeira (A)
Siderlei da Rosa Oliveira
Sidnei Pereira Vieira – Isabel
Sônes Maria da Rosa Moraes
Sueli da Rosa
Tiburcio Rodrigues Barcellos
Vanessa da Rosa Mota
Virgínia Sedrez da Rosa (Virgínia Rosa da Rosa)
Vitória Teixeira Kaercher
Wanderlei da Rosa Oliveira
Zeli Farias Nuñes - ?
Zélia Pereira Duarte


           (A) Afinidade          (E) Espanhol              (U) Uruguaio
          
        Portugueses e índios estão nas gerações anteriores.

Solicito encarecidamente aos que foram aqui citados ou seus descendentes participem entrando em contato através deste blogue, corrigindo se por ventura algum erro encontrar. Por este motivo publiquei esta árvore genealógica, para que as futuras gerações tenham conhecimento de suas raízes. Coisa difícil de encontrar no Brasil.


- Os Nuñes aqui relacionado, pela grafia brasileira assinam-se Nunes, provavelmente, consanguíneos pelo ramo Farias, de Anália Farias Nuñes, casada com Santo Inocêncio Nuñes (Tio Tranquilo - Trankilo).(U).

(*) Filho aditivo de Renato Barbosa da Rosa.

- Algum equivoco será prontamente sanado, tão logo seja eu comunicado.

- Aqui presto três homenagens sem as quais um sentimento dolorido de culpa se estabeleceria no que entendo como família, homenagens impossíveis de não fazer.


1) - Ao vovô Ninica - Antônio Garcia, nascido em 4 de janeiro de 1894, no então Município de Nossa Senhora das Luzes de Cacimbinhas, depois Cacimbinhas e hoje Pinheiro Machado, Meu avô amado, amigo, sempre alegre. Taura guapo, taita por excelência. No dia em que morreste em Pelotas, sem saber de tua partida, te vi em sonho lá em Dourados (MS) onde eu morava. Uma amizade, um carinho e um eterno afeto que perdura até hoje, quase quarenta anos após ter nos deixado. Vovô por afinidade, amor, carinho, Vovô do "colinho", do afago e do exemplo.

2) A Vital Porep da Silva, que em nossa família entrou pela porta da frente, em 1954 um bem-querer a primeira vista, casado com Ivorema, filha de criação de minha avó Bibira, sempre junto e companheiro, nas brincadeiros, nas peladas nos campos do Jardim América (Capão do Leão).Continua morando em Pelotas, e sempre que eu vou a minha cidade natal, a primeira visita que faço é ao velho amigo. Mais que amigo, um verdadeiro irmão. Mi más viejo hermano, tan lejano, pero siempre en mi corazón.


3) Jessimel Bruno Ferreira Mariani. Entrou em minha vida sorrateiramente, um piazito de 4 anos, meu neto por afinidade. Meu neto amado que há 11 anos, como unha e carne vive em nossa família, e mesmo que passe mil anos não terei um neto tão parecido, amigo, leal. respeitador e amado. És parte deste clã.



2 comentários:

  1. Gostei muito de ver esta lista, tio.
    Fico triste apenas, por muitos não terem em seus nomes suas verdadeiras raízes, por motivo de erros passados e outros... apesar de que, para ser família não é necessário ter o mesmo sobrenome (como citastes alguns).

    Forte abraço tiozão

    Adriano Teixeira de Oliveira
    (Adriano de Castro Teixeira Maia Freire)
    :-)

    ResponderExcluir
  2. Meu querido sobrinho.
    Nesta árvore tu tens lugar de destaque, nossos ramos são Teixeira e de Castro, e neste ramo tu estás mais que uma simples folha, és parte integrante do todo e orgulho desta família, pois és quase só coração. Um sobrinho amados por todos, pela tua bondade, pelo teu desprendimento, pela tua singeleza e acima de tudo, pela tua sempre bem vinda presença.

    ResponderExcluir