PS

PS

SEGUIDORES

domingo, 10 de setembro de 2017

Bíblia - Dissecando as Escritura 4




Jericó:



As míticas histórias sobre as quedas das muralhas de Jericó, que ruíram ao som das trombetas do exército de Josué são na verdade uma metáfora:

- Metáfora: É um recurso semântico. É em outras palavras, um recurso de quem escreve ou fala, para dar expressividade de um texto literário, para que esse texto se torne mais eloquente.


Pode ser entendida como um artifício linguístico capaz de promover uma transferência de significado de um vocábulo para outro, através de comparação não claramente explícita. 

Exemplos:

            METÁFORA - No início do jogo a Arena veio a baixo.

1 - A Arena Gremista veio a baixo quando entraram as equipes em campo.

Não quero dizer com isto que o estádio ruiu, e sim que as torcidas explodiram em alvoroço e aplausos.

2 – Esta menina é uma gata:

Não que ela ande à noite por cima dos telhados ou nos galpões espreitando ratos, mas sim que ela é bonita e delicada.

Já a metáfora de Jericó, encontrarás em Josué 6:_,_,_, quando o deus Jeová dá outra prova de sua maldade e desrespeito com os povos não judeus. Um deus mau, vingativo e torpe, que a uns protege e a outros simplesmente deixa sofrer.


Porém antes devemos conhecer Raabe:

Afinal, quem foi Raabe?



Quem foi essa mulher, cujos cristãos, sempre enxovalhando as mulheres, pois é explicito na bíblia a misoginia, que trata as mulheres como reles semoventes, tão indignas e impuras para tais fábulas, que dizem que elas foram à origem de todo o mal e muitas são chamadas de prostitutas ou meretrizes, como no caso de Raabe, assim fizeram também com Maria Madalena, por esta ter sido companheira de um judeu chamado Yeshua, que estudos históricos mostram que com ele teve dois filhos, conforme está em manuscritos de mais de 1500 anos, hoje encontrados na Biblioteca Britânica. Jesus esse que se disse filho de deus e que pelo Concílio de Niceia foi, pela pressão, proclamado, pela “bispaiada”, ameaçada de excomunhão e exílio caso não aceitassem essa ordem expressa dada por Constantino em 325, como sendo o próprio deus, pois para o judaísmo, como para o islamismo Jesus não passa de um simples profeta, o que para muitos arqueólogos e historiadores sua existência é nebulosa, pois quando passaram a escrever sobre ele, muito tempo depois de sua suposta “morte” na cruz, as lendas já estavam contaminadas tanto no superlativo quanto no aumentativo.

Um homem que se dizia filho de deus e nada deixou escrito, pois tudo o que se sabe hoje, foram por outros contados, distorcidos, inventados e fantasiados.


Raabi, verdadeiramente a história registra que foi uma mulher comum, que, como renda, vendia alimentos, no mercado de Jericó, segundo o comentarista judeu medieval e rabino (Rabi) Shlomo Yitzhaki, que ficou conhecido como Rashi. Para Flavius Josefo, apesar de muitos o considerarem o grande escritor de eventos principalmente judeus, como estão em suas duas obras mais “importantes” A Guerra dos Judeus (ano 75) e Antiguidades Judaicas (ano 95); é discutível quanto suas historietas tendenciosas, diz ele, que ela, Raabe tinha uma hospedaria em sua casa, junto às muralhas de Jericó.


Não se pode comprovar que ela havia se convertido ao judaísmo, se tinha ou não tinha uma hospedaria ou se vendia alimentos, mas ajudara os judeus a entrar na referida cidade da Palestina. Isto é inegável.


Creio que as promessas dos judeus de poupar-lhe a vida, assim como a de sua família foi o que mais pesou nesta decisão.



O selvagem, ladrão e desumano Josué cercara a pequena cidade de Jericó com mais de 8.000 homens perversos, selvagens, sanguinários e totalmente hipnotizados por uma crença mentirosa, tendenciosa e cheia de contradições e maldades, e ávidos por terras e riquezas.


Jericó contava na época pouco mais de três mil habitantes, sendo que sua força de defesa era apenas de 500 soldados.


Raabe recebeu alguns soldados de Josué, que anonimamente infiltraram-se na cidade e hospedaram-se em sua casa.


Diz a lenda bíblica que ao som das trombetas os muros vieram a baixo, por uma falsa e maldosa intervenção de Jeová. Porém isto não passa de uma metáfora, pois o que realmente aconteceu é que os homens que haviam entrado com auxilio de Raabe na cidade, no alto de uma muralha esperaram o sinal de Josué para içar mais homens até uma janela da referida casa.


Para não serem notados, Josué dirigiu seu exército para o outro lado, como vinha fazendo há mais de uma semana e com muito estardalhaço fez com que os defensores da cidade, já atormentados por dias com demonstrações e fanfarronices, corressem para aquele local achando que por ali Josué faria o ataque.



Enquanto isto muitos outros soldados judeus foram içados para dentro da cidade. Josué então se retirou com suas tropas e sumiu na escuridão da noite. Aliviados, os habitantes de Jericó voltaram para suas casas e parte da guarnição de defesa também foi descansar, atormentada e cansada.


Quando as coisas amenizaram, os homens de Josué que estavam dentro da cidade, assaltaram a guarda do portão e o abriram, facilitando a covardia de Josué, que com seus oito mil homens aproximadamente, invadiu a cidade e todos foram mortos, inclusive animais domésticos, roubando tudo o que era de valor, como ouro, prata e ferro.


Raabe, com sua família, foi poupada, mas nenhum habitante da cidade restou. Todos, homens, mulheres e crianças, até bebês de colo eram espetadas nas lanças dos judeus ou degoladas. Um tormento sem cabimento para os que não morreram no momento dos combates, que foram rápidos devido a enorme diferença em números e nos incêndios que se seguiram e foram ao clarear do dia sacrificados com sadismo, ao senhor Jeová, todo poderoso que se deliciava com a matança.


Raabe, após a destruição de Jericó foi morar entre os judeus, casou com Salmon e deu a luz a Boaz, que diz a lenda teria sido bisavô de Davi, um rude homem, entorpecido pela crueldade que chamam de Rei. Na verdade um bárbaro e sádico bandido, chefe de um grupelho de selvagens.

Então disto tiramos as seguintes conclusões:

1 – Jericó não ruiu coisa alguma com o som das trombetas, isto é uma mentira que perpassa gerações. Não é além de uma metáfora. Ela foi com o passar do tempo sendo desmanchada para que outras vilas ao redor fossem construídas.




2 – O que adianta saber se Boaz foi bisavô de Davi, o que nos adianta saber a genealogia de Jesus que está em São Mateus (1:1 a 17), aquele amontoado de nomes esdrúxulos para terminar dizendo que Jacó gerou José.  Para quê?  Pois para os que acreditam nessas sandices, José não é o pai de Cristo e sim o Espírito Santo. Baita picaretagem e ficam os decoradores de versículos lendo e relendo aquele montão de nomes feios, feito alucinados sem nenhuma razão.

Mas os iludidos acreditam.


Deus é tão pai de Jesus, como Zeus é de Hércules e se estudarmos bem a História Antiga vamos encontrar muitos outros humanos filhos de deuses. Deuses inexistentes. Histórias mal contadas. O que não acontece só no Velho Mundo e sim vamos encontrar essas aberrações até no Novo Mundo, repleto de nativos que mesmo antes da chegada do sujo Colombo, alguns se diziam filhos de um deus.


Disse um árabe:

- Como posso crer neste Deus que promete as minhas terras aos judeus?


Haja Paciência, pois as sandices são muitas.




26 comentários:

  1. Meu querido Pedro,

    Espero k estejam todos bem e felizes por aí. Aqui, tudo dentro da normalidade, mesmo com remodelações.

    A festa de Bruno na pizaria foi boa? Como não? 18 anos e tanto pra viver e aprender!

    Li já o teu post, ontem, e hoje, tb, mas acredita que ainda não tenho condições para o comentar, pke sei mto pouco ou nada do assunto. Já estive lendo algumas livros de História Universal, mas tu sabes que há historiadores controversos e k fazem a História à maneira deles. Temos k usar de independência de ideias e sermos verdadeiros, o mais possível. Prometo voltar, como já sabes, mas um pouco mais à-vontade pra comentar.

    Quero que fiques sabendo que indiquei teu blog pra uma mulher, teóloga, e que perdeu seu filho, um jovem, há relativamente pouco tempo. A sinto tão triste e desesperada, e sem entender pke deus levou seu amado filho.
    Tenho lhe deixado alguns comentários e sinto que há uma luz ao fundo do túnel. O blog dela se chama: A vida em poesia e o nome dela é Louraini Christamnn, mais conhecida por Lola.
    Essa mulher precisa de ser ajudada e tu és a pessoa, que melhor o podes fazer, pke és pai, estudas as religiões há muito e és uma pessoa exímia e de grande coração.
    Eu pedi a ela, que visitasse teu blog e agora te peço, que visites o blog dela. Caso não o encontres, facilmente, ela deixou ontem, creio, um comentário em meu blog. A LOLA ESTÁ PRECISANDO MUITO DE AJUDA!

    Beijinhos e abraços mil para ti e para todos aí de casa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amada Céu.
      Li teu comentário ainda ontem à noite, e de vereda fui visitar o blog que me indicaste. É um momento delicado, pois não são só palavras que atenuarão tal momento. Muito está dentro de nós mesmos. A dor, a angústia o sofrimento. Não cheguei a tanto, porém passei noites em claro no Hospital, em sofrimento dantesco, lágrimas que sufocavam até meus pensamentos, vendo meu filho Fábio, aos 17 anos lutando heroicamente contra a morte e passados 11 dias, eternos 11 dias, saiu do hospital e hoje está ai, forte e firme. Um taura de verdade. Um sofrimento que não há como explicar. Fico então imaginando o que pode passar na cabeça de u’a mãe que teve seu filho arrancado para sempre de sua vida. Irei visitar a senhora Louraini. Mas quero fazer com tempo, pois é muito delicado. Lembrando que amanhã a Sandrinha enfrentará a tão esperado implante de lente, a começar pelo olho esquerdo. Li teus comentário deixados no blogue da Lola. E a pergunta que não me sai da cabeça é “por quê?”. Temos opiniões divergentes, mas em nenhum momento deixam de ser sentidas, doídas, amarguradas, sinceras que deixam nossos corações abalados e doídos. Esta noite fiz uma retrospectiva e lembrava de meus colegas de farda, pois fiquei seis anos no Exército, e das minhas lembranças fui vendo que a esmagadora maioria já partiu, a maioria mais velhos e muitíssimo outros bem mais novos. Mas por uma lei natural o correto seria os pais irem primeiro. Quando isto se altera, a dor é insuportável. Amada, continuaremos a falar e ainda esta semana visitarei Lola, talvez ainda hoje a tarde.
      Beijos com carinho.

      Excluir
  2. Pedro, meu querido!

    Li tuas palavras, mesmo agora, e não me lembro de k me tenhas falado do sofrimento de teu filho Fábio, e do vosso, também, durante 11 noites, k te pareceram eternas.
    E agora, sou eu quem pergunta: porquê ou por que motivos Fábio ficou bem, após 11 noites de terrível sofrimento? Claro que houve mto empenho por parte do pessoal hospitalar, mas creio que teus pensamentos e força mental e da restante família ajudaram mto essa tormenta.

    Passarás pelo blog da Lola, quando assim o entenderes. Sei k vais ser aquilo que és, sem maquilhagem. Como sabes, não tenho filhos, mas essas coisas me perturbam, pke nada posso fazer pra alívio das pessoas.

    Religiosamente, já estive bem mais longe de ti, das tuas ideias, podes crer. Tu tens me aberto horizontes e isso eu não esqueço nunca mais.

    Então, será amanhã, que Sandrinha irá colocar o implante da lente no olho esquerdo. É um processo, relativamente, fácil. Não pode apanhar sol, nem luz direta, posteriormente. Também não se pode baixar ou levantar, assim, bruscamente, devido à deslocação da lente. E claro, óculos escuros durante uns tempinhos, mesmo dentro de casa. Tu estarás com ela e Mónica, também, decerto. Lhe diz que lhe mando muitos beijos e que não esteja com receios demasiados. Tudo decorrerá com grande normalidade.

    Sim, querido, vamos continuando a falar e amanhã, se possível, me diz, por favor, como decorreu a mini cirurgia de Sandrinha.

    Beijos e abraços mil para ti e para tua amada mulher. BOA SORTE, "LEOAZINHA"!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cielito.
      Como é bom ter com quem falar e desabafar. Calei para muitos. Assunto que silenciamos sem nenhum acordo, tanto que agora a iniciar esta resposta, a tão cara amiga do tão lejano Portugal, não nego que algumas lágrimas inundaram meus olhos. Mas o taura velho já passou por experiências duras, mas seguindo as sábias palavras do argentino Ernesto Guevara de la Serna, El Che, - “Hay que endurecerse, pero sin perder la ternura, jamás” -. Foi um fato que muito marcou nosso clã e nesses momentos pudemos entre lágrimas e sorrisos ver o quanto o nosso filho foi e é querido pelos diversos, bons e fraternos amigos que em verdadeiras romarias acompanharam aqueles dias duros e sofridos.
      Aconteceu em um belo domingo, estava só em casa, morava em um enorme apartamento bem no centro da cidade. Sandrinha e Monica haviam saído para tomar um sorvete, Franco estava na casa da então namorada e Fabinho saiu com sua bela bicicleta de alumínio, 16 marchas que encantava de tão linda.
      Estava eu assistindo televisão, quando um grupo de amigos de Fábio chegou ao nosso apartamento, brancos, assustados e com a bicicleta de Fábio, e um deles, apavorado me disse que Fabinho havia levado um tiro na perna. Porém pela expressão dos meninos, senti que era coisa mais grave.
      Em segundos me vesti e com pensamentos turvos peguei minha pistola e a coloquei na cintura, pois sabia que boa coisa não era e rumei direto para o hospital de Canoas.
      Fábio, que na época estava com 17 anos, foi vítima de uma tentativa de assalto, porém como estava de bicicleta consegui escapar, porém o bandido, como ocorre em várias partes o mundo e não menos no Brasil, atirou pelas costas e ele foi alvejado. A bala transfixou o pulmão esquerdo indo se alojar junto à clavícula, passando a milímetros a aorta. Chegou ao Hospital quase sem vida, graças a um motorista de um taxi que o levou sem demora e ao Médico, Doutor Paganella, com aperfeiçoamento em Medicina de Guerra, conseguiu estabilizar a pressão e sangramento e com várias transfusões restabelecer as condições razoáveis para o que se apresentava. Passei aquela noite no hospital, juntamente com o filho Franco. Mais de cinquenta meninos e meninas permaneceram à noite em frente ao hospital. Larguei tudo para cuidar de meu filho e fazia um revezamento de doze horas. Durante o dia Sandrinha ficava com ele e a noite eu o acompanhava. Porém no sexto dia já começava a apresentar melhoras. Os amigos faziam verdadeiras peregrinações ao hospital, sendo que a direção desse conceituado hospital ter colocado um segurança a porta de seu quarto, pois o afluxo de amigos era muito e por solicitação médica só podiam entrar de cinco em cinco, porém uma tarde havia mais de 20 rapazes e moças no quarto, o que fez a direção do hospital tomar essa correta atitude.
      Umas das últimas refeições que Fábio fez no Hospital, foi comer uma galinha assada, mandada especialmente pelo Dr. Carlos Giacomazzi, ex-Prefeito de Canoas, que sabia o quanto Fábio gostava desse prato, e como éramos vizinho Fábio fez com a filha desse, Louise, uma fraterna amizade e Giacomazzi, já falecido, o queria muito bem e sempre me dizia que apesar de ter dois filhos homens, ele sempre sonhava em ter um filho igual ao Fábio.
      Momentos duros que nos ensinam.
      Sei que queres saber se usei a minha pistola. Não! Não foi preciso, pois a própria polícia foi atrás do bandido, de alcunha “Gaguinho” e fez o que tinha que ser feito. Deixou de incomodar.
      Com o coração apertadinho, mas aliviado, pois precisamos por para fora muitas coisas que nos afligem e marcam de maneira negativa nossas vidas. É assim. Que bom ter com quem falar e ter um ombro amigo.
      Hoje passados 23 anos, Fábio é um vitorioso. Excelente profissional,carismático, cheio de saúde, uma linda mulher e sabem aproveitar a vida, fazendo viagens e aventuras maravilhosas.
      Beijos amada. Que a paz e a saúde sejam constantes em tua vida.




      Excluir
    2. Meu querido Pedro,

      A gente tem de prosear "todo" o dia ou "toda" a noite, mas a amizade e o afeto, que ligam duas pessoas, é assim k se demonstra e revela.

      Pensei que Fabinho fosse acometido de uma qualquer enfermidade e não vítima de assalto. Imagino como tu ficaste e ainda agora falas com emoção do sucedido e já passaram 23 anos.

      Vítima de assalto por causa de uma bonita bicicleta? Incrível! Essas coisas podem suceder em qualquer lugar, é verdade, mas tenho ouvido falar que no Brasil assaltam uma pessoa ou matam por um celular? Verdade isso?

      Todo o mundo, amigos e amigas da idade dele, o médico que o operou, o gesto do Dr. Carlos, que mandou a galinha assada, que Fábio comeu no hospital, enfim, qta ternura e carinho!

      Felizmente que ele ficou bem e que tudo voltou a ser como dantes. Um beijão pra ele e para sua amada mulher.

      Beijos e abraços de ♥, meu lindo e honesto amigo.

      Excluir
    3. Ceuzinha.
      Como é bom poder dividir não só nossas alegrias como algumas coisas que nos apertam o coração.Não gosto nem de falar neste fato, mas temos que enfrentar esses momentos difíceis e dolorosos. Por ser o Fabinho, um menino de excelente saúde, ele se recuperou logo, porém o trauma custou a passar. Ele ficou cinco anos com a bala no corpo e depois de muitas conversar e com os aconselhamentos de um médico amigo nosso de festas e jantares, de nome Arlei Fortes, Fabinho tomou coragem e fez esta operação para retirada do projétil. Coisa simples a qual não levou nem meia hora, pois foi praticamente ambulatorial. Tanto que não ficou duas horas no hospital. A partir daí ele começou a superar o trauma e hoje não tem nenhum problema. Tudo superado.
      Quanto a violência no Brasil, é grande, porém é no Rio de Janeiro que ela explode com força.Guerras de facções de tráfico, guerra dessas com a polícia e o povo lá vive aos sobressaltos. Essa violência do Rio de Janeiro é a que mais a imprensa explora, pois lá é sim um caso quase perdido. Porém como o Brasil é gigantesco, isto para nós fica, como dizemos, do outro lado do mundo. É como se aí na Europa a violência explodisse na bela Dinamarca, Portugal não seria afetado. Aqui no sul há lugares aprazíveis, seguros e tranquilitos, mas na Grande Porto Alegre, apesar de haver violência não dá para compara com o que acontece no Rio de Janeiro. Mesmo nos EUA, seguidamente vemos festivais de violência, principalmente em escolas, isto que muitas coisas não chegam à imprensa. Lembrando que mesmo sendo o Brasil um país com mais de 200 milhões de habitante ainda está bem atrás no quesito violência que países pequenos cuja população não chega a marca das populações das grandes cidades brasileiras. O Brasil, apesar de seu gigantismo e população imensa, ocupa a 16ª posição dos países mais violentos. Mas não teria graça passar o dia falando sobre a violência em Puerto Rico que é um país minúsculo ou na Nicarágua, que apesar de ser pequeno em tamanho e população fica em primeiro lugar em homicídios no mundo. E as coisas só tendem a piorar.
      Amore mio, fiques tranquila, aqui no Rio Grande do Sul, apesar deste ocorrido com o Fabinho é ainda uma terra tranquila, principalmente no interior aonde vamos encontrar cidades maravilhosas.Lugares em que as pessoas saem para passear e deixam suas casas abertas e não há registros de violência. Este é o mundo que eu sonho.
      Já fui lá beijar a Sandrinha, que está feliz por estar vendo tudo colorido. Ela retribui o carinho mandando-te mil beijinhos.
      Beijão grandão, Céu amada amiga.

      Excluir
    4. Ainda bem k Fabinho conseguiu ultrapassar esse trauma, e que hoje está tudo bem com ele.
      Olha que se essa situação tivesse acontecido com Franco, as coisas talvez tivessem sido diferentes. Franco é tão "duro", qto terno, eu acho.

      Meu querido, ainda bem, que assim é. O Rio é o Rio e uma cidade não faz o Brasil e no "teu" sul há sossego e segurança.
      Desconhecia que havia tanta violência em Porto Rico, embora saiba que a Colômbia é quartel de droga, o maior do mundo, enqto o povo tem fome e passa necessidades de toda a ordem.

      Sim, li que a distância entre tua cidade e a de Lola é só de 500Km, coisa, percurso que se faz bem. Quem sabe se não se encontrarão, um dia desses? Gostaria tanto, mas tanto!

      Que bom! Lhe dá beijinhos e não só (rsrsrs) pra ela ver a vida ainda bem mais colorida.

      Bisous, chéri!

      Excluir
    5. Oi linda de meu coração.
      Está ai uma coisa que não havia pensado. E se fosse o Franco. Franco tem um coração terno, é amoroso, carinhoso, um filho como os outros, exemplar, porém cada um é um. Não há como comparar. Porém Franco é, além de forte, musculoso, duro, um homem sensível, extremamente amoroso e preocupado não só com os de casa, mas preocupado com o todo. O Fábio, talvez por causa desse incidente, tornou-se uma pouco mais fechado, goza de grande conceito na empresa em que trabalha, pois é um líder nato, competente e não leva ninguém para compadre (não dá moleza para ninguém)é de seu temperamento e de sua obrigação profissional, pois tem sob sua responsabilidade muitos trabalhadores.Não sei, realmente nem imagino como seria.Óbvio que o sofrimento seria igual.
      No ranking mundial o Brasil está em uma posição desconfortável quanto a violência, mas se pegássemos o Rio Grande do Sul em uma comparação com o mundo sua posição seria confortabilíssima. Muito da violência no meu estado, que aumentou muito nos últimos dez anos, dá-se principalmente pela atuação de grupos do Rio de Janeiro e São Paulo que começam a atuar no tráfico em todo os cantos. Mas temos um excelente Polícia Militar, chamada aqui de Brigada Militar que não dá trégua a bandidos.
      Já estive na cidade de Lola, Horizontina, fica no Noroeste do Estado, é um lugar indo e tranquilo, com uma grande indústria de colheitadeira além de produzir soja, milho e outros grãos,além de bovinos, suínos, frangos, etc. coisa que seria mais certo ser dito pela nossa amiga Lola.
      Sandrinha passou mais uma noite ótima e como hoje está uma manhã chuvosa e meio fria, ela ainda esta na caminha.
      Beijos amada.
      Beijos a esta amizade tão sincera e pura.
      Um quebra-costelas. Ops! Um abraço.

      Excluir
  3. Olá, Pedro, querido!

    Hoje, passando, somente pra saber de Sandrinha. Aqui, já passam das 23 h e tenho k ir dormir, pke amanhã, às 7:30 tenho a equipa à porta.

    Desejando que tudo tenha decorrido ou esteja decorrendo o melhor possível. Beijinhos pra ela e ânimo.

    Li tua resposta, repleta da maior sinceridade e de desabafo, que adoreiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii e a que depois responderei.

    Beijos pra ti, mtos de ♥, pra Sandrinha, Fabinho, um herói e pra seus manos e mana.

    As melhoras, mas Sandrinha deve fazer tudo direitinho.

    À bientôt, chéri!

    PS: já li tuas palavras no blog da Lola. Gostei imenso da tua forma como te exprimiste. Que mais se pode dizer numa situação daquelas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Céu, amada.
      Sandrinha operou-se ontem por volta do meio-dia, tudo transcorreu belíssimo. Hoje já retirou a venda do olho e a médica que a operou e examinou hoje, disse que está tudo muito bem. Ela esta radiante, pois voltou a enxergar bem e pretende dentro de 15 ou 20 dias operar o outro olho.
      Como sempre Céu, fico feliz com o teu carinho para com os meus, transmitirei a todos.
      Beijão.

      Excluir
    2. Que bom! Que ótimo! Sandrinha vai ficar a ver/vendo como qdo tinha 20/30 anos. Sei k estás mto contente e daqui a uns dias, ela ficará vendo tudinho e em pormenor (olha que vai reparar nas tuas rugas, mais detalhadamente - rs).

      Dá mtos beijinhos a ela e alguns são meus.

      Boa e rápida recuperação!

      Excluir
    3. A Sandrinha está eufórica, pois está vendo as coisas que ela nem imaginava a cor. E está doidinha para fazer a operação no outro olho. E eu fico só bispando o geitinho dela, toda faceira e até meio algariada para fazer as coisas. E eu digo: Calma guria, queres levar tudo no atropelo! Te acomodes e baixe o facho. Aí ela se acalma e diz que "como é bom ver as coisas com nitidez". Mas ela não se impressionou muito em ver minha rugas, pois já sabia que eu as tinha. KKKK.
      E por aí, como ficaram as remodelações no apartamento. Já terminaram?
      Tudo deve ter ficado lindo.
      Beijos. Beijos.

      Excluir
    4. Nossa! A "bichinha" (com mto carinho e respeito) tá mesmo feliz e o caso tb não é pra menos.
      Agora, só fica faltando uma visita, a dta. Depois, se prepare menino Pedrinho, se prepare! Aí, o taura (rs) vai ver e sentir o que é uma "leoa" enxergando mto bem e às cores. Você via conseguir aguentar (rsrsrsrs)?

      Bacci, bacci!

      Excluir
    5. Ah, Pedrito, me esqueci de te responder. As remodelações continuam por aqui, embora já em fase média. Hoje, não, pke eu preciso de ir às compras e de descansar da poeirada. Há uma equipa k está tirando cascalho e aquela sujeira própria dessas coisas.

      Vou te contar um segredo: sabes que no fim de semana passado, me apaixonei...tam. tam... tam...

      por uma mobília de quarto, creme, lacada, e feita em Itália. É sumptuosa e a cama tem 2m de largura. A que cá tenho e onde me deito, na suite, tem 10 anos e estou um pouco cansada dela. Então, vou doá-la a um jovem casal, que tem uma mto velha e ruim. São jovens, trabalham, mas ganham pouco. Se juntaram, ele com 21 e ela com 20, mas juram amor eterno. Vamos ver! Residem numa cave, que deve ser húmida, e eu que os conheço bem, já lhes prometi a mobília, mas exigi "contrapartidas". Bebés, por agora, não é aconselhável, ele tem de deixar de fumar (sei k vai ser difícil, mas há k tentar) e eu vou acompanhando a vida deles, pke a família está longe e é destruturada, mas sem controlar, nem "estrangular" a liberdade de ambos. Eles arrendaram uma casa e eu sou a fiadora deles, portanto, mto juizinho.

      Beijinho, querido!

      Excluir
    6. Céu. Ela esta muito feliz com o resultado da operação. Realmente. Mas tem que levar as coisas a seu tempo e eu fico feliz por ela, pois vivia reclamando que que não consegui distinguir as fisionomias e para ler era uma dificuldade. Agora, mesmo com um olho já operado, ela se sente realmente uma leoa de tão contente. Também fico feliz por tua remodelação e compra de móveis novos e também por lembrar desse casal de amigos. Quando mudei para o atual endereço deixando nossa casa, quase todos os móveis foram doados para pessoas que precisavam. Praticamente mobiliamos um apartamento de uma advogada amiga de Monica. Doamos tudo o que não iríamos usar, pois Sandrinha queria móveis novos no apartamento. Meses depois comprei um apartamento mobiliado, cujos móveis dos dormitórios são em cor marfim e a cozinha com móveis lindos e maravilhosos. Porém este apartamento eu o alugo, é mais uma fonte de renda.
      Ainda bem que aqui quase não existem fiadores, pois usamos o seguro fiança que é uma tranquilidade para o locador e não tira o sono do fiador.rsrsrsr. Que tenhas um belíssimo fim de semana. Beijos. Beijos.

      Excluir
  4. Caro Pedro
    Obrigada pela visita e pelo comentário cheio de sentimentos e solidariedade. Valeu!!
    Sobre Jericó e as muralhas que ruíram "ao som das trombetas", he he he, também não gosto deste som, não gosto do tal do "Senhor dos exércitos". Eu teria muito para conversar contigo.
    Um grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Louraine, caríssima.
      Fiquei muitíssimo honrado em encontrar teu comentário em meu espaço e gratificado em ler que "terias muito para conversar comigo". Sim, vamos trocar ideias, pois delas as dúvidas são dissipadas e muitas dúvidas carrego comigo e além do prazer em contigo conversar isto dá-me uma honra imensurável, pois sempre estou a procura de conhecimento que possam abrir meus horizontes. E que lindo sejam eles vindos de Horizontina. Aos 9 anos rompi com a igreja e com esse "deus dos exércitos", tornando-me um agnóstico. Tenho um velho amigo de adolescência, hoje padre casado, e tendo uma bela família. Teólogo, filósofo, mestre, professor na UFMT, em Cuiabá, com doutorado em Portugal, Luiz Augusto Passos, com quem, quando em vez fico horas conversando e aprendendo, e vi nesses cinquenta e tantos anos de fraterna amizade muitas coisas mudarem de um e de outro lado. Surpreendentes. Caríssima Lourani, que este seja o começo de uma fraterna e respeitosa amizade.
      Um grande abraço, e agradeço, não aos céus, mas a Céu por ter nos propiciado este momento tão agradável.
      Com carinho um grande abraço.

      Excluir
  5. Pedrinho, meu lindo e doce amigo!

    Que feliz k eu estou pela conversação entre Lola e tua pessoa. Vocês têm mto que papear, eu acho.
    Como é bom aprender e ensinar, trocar experiências e conhecimentos.
    Fico torcendo pela continuação dessa amizade linda e verdadeira.

    Acho que nós estamos entrando (tu já entraste na barca), mas não a de Noé e que as águas nos levarão a bom porto.

    Beijos, beijos e abraços para ambos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cielito.
      Não imaginas o prazer que tive em receber o primeiro comentário da Lola, e como disse a ela, graças não aos céus, mas a Céu, estamos formando um grupo de amigos que sei que nos proporcionarão momentos agradáveis e ricos em conhecimento. Louraini reside a menos de 500 quilômetros de Canoas, em Horizontina, terra da maior e mais bonita modelo do mundo, Gisele Bündchen. Querida hermanita, aponta-nos um bom porto para que juntos possamos navegar em águas tranquilas e aprender muito ainda e trocarmos ideias leais e gentis. Beijinhos.

      Excluir
    2. Imagino, meu lindo, imagino!
      Que boa amizade nós estamos construindo! Vale a pena falar, apresentar assunto, ideias, enfim, partilhar e convidar.

      Beijão, querido!

      Excluir
    3. Olá Céu.
      Assim espero, pois boas amizades só nos fortalecem.
      Beijo amada.

      Excluir
  6. Pedrito, que "desgraça"! Ainda nem comentei esse post e tu já tens outro publicado. Tenho de reler e pesquisar, caso não, vais medar classificação negativa, mas pra te falar com verdade e sinceridade, até k mereço, pke eu pouco, nada sei da bíblia e de disseca-la, ainda menos.

    Inté, meu querido Pedro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Céu, não te preocupes em responder tão celeremente, pois o tempo é o maior mestre. Quanto a bíblia, cada vez que a leio (trechos)fico cada vez mais enojado, pois são historinha pueris, sem lógica, sem sentido. Um amontoado de bobagens bem de acordo com a ignorância em que o homem vivia há milhares de anos. Nada disto tem valor, conhecendo o que se conhece hoje, como DNA, carbono 14, projeto genoma, física, astronomia, antropologia, química, física quântica e tantas outras coisas, que chego a conclusão que discutir com crentes fundamentalistas e como querer discutir álgebra ou filosofia com um gorila. KKKK. É impossível se feliz assim. Ainda temos muito a aprender, quiçá cem anos no futuro, quantas coisas novas aparecerão. Não podemos ficar bitolados a conceitos de uma época de total escuridão.
      Beijos minha amada, que a paz e a saúde te acompanhem nesta jornada sobre este planeta feroz, mas lindo barbaridade.

      Excluir
  7. Pedrinho, querido!

    Finalmente, vou tentar comentar esse post, que tem pés e cabeça, e que desmonta toda uma pirâmide, um oceano de mentiras e de aberrações, em k tantos acreditam. Eu já estou fora do grupo.

    Mas como podem as pessoas, durante séculos, acreditar naquilo que é errado? Acredita que não tinha má ideia de Josué, ou melhor, era mais um da bíblia que tinha feito isso ou aquilo. O livro de Génesis é uma confusão danada, inventada e olha que quem escreveu tudo aquilo, ah, deve ter um manancial de nomes a seu lado. Aquilo foi escrito, reescrito, inventado, deturpado, enfim, como convém a cada um.

    Como admitir tanta barbaridade, mandando matar pessoas, crianças e bebés? Que deus é esse? É capaz de ser mitológico, mas bem cruel.

    Estive pesquisando sobre Raabe e uns dizem uma coisa, outos, outra. Penso que pelo que aqui li e não só, que foi uma mulher comum, com defeitos e virtudes.

    Adorei a explicação que deste sobre o que é uma metáfora e o exemplo da gata está demais. Só "gato" mesmo é que sabe fazer coisas, desse jeito (rs).

    Beijinhos, abraços e as melhoras de nossa Sandrinha.

    Nota: penso que essa noite, lá para as tantas, publicarei no blogue. Ciao, bambino!

    ResponderExcluir
  8. Respostas
    1. Oi filha amada.
      É de arregalar os olhinhos mesmo.
      Beijão.

      Excluir